segunda-feira, 9 de julho de 2012

PLANOS DE GOVERNO PARA CULTURA DOS CANDIDATOS A PREFEITO DE CAICÓ É DECEPCIONANTES PARA PRODUTORES E ARTISTAS.


Os artistas e produtores culturais estão decepcionados com os planos de governo dos candidatos a prefeitos de Caicó.  Mostra que todos desconhecem as conferências municipais de cultura, a conferencia regional de cultura, as leis de incentivo a cultura e o Plano nacional de cultura.
O pior dos planos de Governo na sua maioria é tratar a cultura como evento, festivas, gincanas concursos, exposições, festas populares e etc. Nenhum dos candidatos trata de diversidade cultural e elenca suas propostas no mais trivial, não mencionou Plano Nacional de Cultura e não tratam da Cultura como política publica.

O plano de Governo para Cultura de Hugo Marinho é um desastre, candidatos a conselhos municipais já apresentaram propostas  melhores. Destaque para um dos  pontos na proposta de governo de Hugo Marinho: “Criação da Cultura Caicoense anualmente, uma exposição de produtos como: Artesanato, manifestações artísticas, gastronomia e produtos da agricultura familiar.” Criar a cultura anualmente? Caicó então não tem cultura e precisa ser Criada? Aqui percebemos um total desconhecimento do candidato e de sua acessória com as discussões e a produção cultural da cidade. Apesar de ser o candidato do atual prefeito, Hugo Marinho não faz referencia a nem uma das propostas da ultima Conferencia Municipal de Cultura e nem a adesão ao Plano nacional de Cultura feita pela atual gestão.


O plano de Governo de Hiran Lucena é dramático, qualquer candidato a grêmio estudatil apresentaria proposta melhor, sinceramente a gente não espera que um plano de governo municipal em pleno ano 2012, em que estamos discutindo a criação do plano estadual de cultura e secretarias de culturas apareça a realização de gincanas escolares como proposta de governo, essa é uma atividade que já acontece naturalmente nas escolas.



O Plano de Roberto Germano abrange todos os eventos já existentes em nossa cidade, apesar de citados não fica claro como vai garantir a realização de tantos eventos, com que recursos e de que forma pretende transformar essas ações em políticas publicas. Mais devemos considera o seguinte ponto que possibilita o inicio de um processo de construção mais concreta: Realização de um Censo para diagnosticar o Acervo Cultural e definir o que é e quem promove Cultura em Caicó.” Mas o plano cultural de Roberto Germano Também não considera a discussões e o Plano Nacional de Cultura pois não menciona.


O plano de governo de Francielle Lopes é o mais enxuto, apesar de não apresentar como os demais uma proposta de política publica para o município mais é quem mais se aproxima, ela também não faz referencia ao Plano Nacional de Cultura mais sinaliza para alguns pontos discutidos na conferência municipal e regional de cultura e que estão postos na discussão do Plano Estadual de Cultura, tais como: ”Lançamentos de editais para projetos de eventos, dando prioridade aos da cidade (Carnaval, Festa de Sant´Ana, etc., de acordo com a proposta de calendário de eventos do município) e Criação da lei municipal de incentivo a cultura.” Os editais são uma forma democrática de descentralização dos recursos e possibilitam a participação de mais grupos e pessoas nas atividades culturais do município e a Lei poderá ser a garantia de uma política pública de cultura e a criação da Secretaria Municipal de Cultura com recursos próprios e destinados a cultura como esta posto no Plano Nacional de Cultura.
O que nos resta é espera que durante a campanha aconteçam debates e que a sociedade tanto possa esclarecer o que esta nas entrelinhas dos planos de governo, como também possa contribuir para que os candidatos melhorem os planos de governos para cidade de Caicó, que os planos estabeleçam a idéia de diversidade que está ligada aos conceitos de pluralidade, multiplicidade, diferentes ângulos de visão ou de abordagem, heterogeneidade e variedade.
Plano de governo não são fotografias nem bandeira de campanha, é planejamento de ação de governo.

Um comentário:

  1. Realmente um fiasco a idéia que certos candidatos fazem de CULTURA. Um país tao rico como o nosso sendo governado (ou querendo ser) por pessoas tão despreparadas para tal....
    Caicó precisa de alguém com visao ampla, alguém que realmente seja culto e tenha uma visão imparcial as coisas. Só assim a cidade cresce!!!

    ResponderExcluir